Geni é uma revista virtual independente sobre gênero, sexualidade e temas afins. Ela é pensada e editada por um coletivo de jornalistas, acadêmicxs, pesquisadorxs, artistas e militantes. Geni nasce do compromisso com valores libertários e com a luta pela igualdade e pela diferença. ISSN 2358-2618

editorial

, , ,

Somos muitas e arrasamos

Download PDF

As minas da Geni fazem chover e convidam diferentes grupos de mulheres pra compor a edição de março

 

Publicado 08/03/2015

 

 

leyster

 Judith Leyester | Self-Portrait | 1633

 

 

Quantos e-mails institucionais recebemos no 8 de março? Quantas postagens contestando a data nas redes sociais?

 

A comemoração pode tomar muitas faces: a da empresa que faz produtos, o chocolate diet em forma de flor com mensagens dizendo o quanto somos fortes, corajosas, donas e futuro do mundo, mães! E há brigadeiro e massagem de brinde se você colecionar os cupons certos. É como um afago na cabeça que diz, nas entrelinhas: “Já imprimi a sua importância, aquela que você vem reclamando há tempos, agora não me enche mais o saco’’.

 

A cada passo que damos, levanta-se uma certa névoa, que torna difícil distinguir entre o que é direito lutado e conquistado e o que é concessão mascarada.

 

 

Dissipando a névoa

 

Por isso, neste número, buscamos parceiras, mulheres com histórico contemporâneo de luta. Então, nada de entrevista, perfil, coluna fixa ou outros tipos de texto que já são esperados na Geni. Escolhemos nesta edição conhecer melhor e valorizar as guerreiras que optaram por lutar juntas contra o patriarcado, o machismo e a LGBTfobia.

 

Por isso convidamos diferentes grupos e coletivos feministas. Agradecemos a cada uma que recebeu nossas mensagens, leu nossos e-mails e, principalmente, àquelas que puderam criar conosco este número especial. Assim, fica mais evidente que cada direito, cada pequeno avanço é e foi conquistado graças a mulheres que, brigando ou negociando, expandiram e expandem os nossos espaços de ação, deliberação e liberdade.

 

Muito já foi feito, mas sabemos que existem ainda diversos fronts.

 

 

Um beijo terno…

 

… para aquelas que, dentro da correria cotidiana, conseguiram somar con nosotras:

 

Assemblea Feminismo Comunitario (Bolívia); Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade; Católicas pelo Direito de Decidir; Colectiva La Tule (Costa Rica); Colectivo Miradas Críticas de Territorio desde el Feminismo (Equador); Crew Punga; Instituto Terra, Trabalho e Cidadania; LuluzinhaCamp; Mães pela Igualdade; Marcha das Vadias Amapá; MPL – Mulheres SP; Nós, Mulheres da Periferia e Pão e Rosas.

 

 

Artistas ou destruidoras mesmo!

 

Bruno O., do coletivo Geni, reuniu autorretratos de mulheres artistas, muitas delas apagadas da história dos homens. A capa desta edição é obra da la-cra-do-ra barroca Artemisia Gentileschi, que já em 1620 arrasava criando heroínas em suas pinturas. Acabou por tornar-se uma quando desbancou a violência machista (chegou a ser estuprada) e se tornou a primeira mulher a compor a Academia de Arte de Florença.

 

 

As minas da Geni fizeram chover em março!

 

Esta edição abre oficialmente os nossos trabalhos em 2015, depois das férias retrospectivas de janeiro e fevereiro.

 

Nesse tempo, aproveitamos pra fazer uma reestruturação interna do nosso próprio coletivo. Depois de um ciclo de reuniões e debates, este é o primeiro número em que experimentamos uma nova forma de funcionar. Além de termos uma editoria itinerante, estamos em um esforço de tornar nossos processos mais coletivos e mais compartilhados. Esta edição de março nem ia acontecer. Mas as minas da Geni pegaram a onça pelo braço e, numa troca intensa, a revista saiu. Sucesso!

 

 

 

Coletivo Geni, março de 2015

 

 

EDIÇÃO DE TEXTO
Aline Gatto Boueri
Carolina Menegatti
Cecilia Rosas
Lia Urbini
Lígia Xavier

 

EDIÇÃO GRÁFICA
Tiago Kaphan

 

COMUNICAÇÃO E REDES SOCIAIS
Aline Gatto Boueri
Carolina Menegatti
Cesar Fernandes
Pedro “Pepa” Silva
Marcos Visnadi

 

PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO
Bruno O.
Tiago Kaphan

 

ILUSTRAÇÕES
Bruno O.

 

ILUSTRAÇÃO DA CAPA
Bruno O.

 

PARTICIPAM NESTE NÚMERO
Assemblea Feminismo Comunitario
Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade
Católicas pelo Direito de Decidir
Colectiva La Tule
Colectivo Miradas Críticas de Territorio desde el Feminismo
Crew Punga
Instituto Terra, Trabalho e Cidadania
LuluzinhaCamp
Mães pela Igualdade
Marcha das Vadias – Amapá
MPL – Mulheres SP
Nós, Mulheres da Periferia
Pão e Rosas

 

AGRADECIMENTOS
Todas as mulheres do mundo!

 

 

, , ,
 

HTML permitido: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>