Geni é uma revista virtual independente sobre gênero, sexualidade e temas afins. Ela é pensada e editada por um coletivo de jornalistas, acadêmicxs, pesquisadorxs, artistas e militantes. Geni nasce do compromisso com valores libertários e com a luta pela igualdade e pela diferença. ISSN 2358-2618
xuxu 2

relato

Por causa da mulher

O que veio depois do “é uma menina”. Por Diego Garcia

movimentos sociais

Margaridas seguem em marcha…

Esse ano é ano de marcha! Por Vilênia Aguiar

coluna

TUTTOMONDO | A virgem marica

Ave, marica, cheia desgraça, bendita é a vossa boca cheia, bendito o fruto da vossa condescendência, agora e na hora da vossa morte, amém. Por Marcos Visnadi

masculinidades

Carência de preto

Ser são implica foder todo mundo? Por Fábio Emecê

coluna

À FLOR DA PELE | À merda

Artigo 5º, parágrafo 2: não sou obrigada. Por Amanda Palha

perfil

A identidade mutante de Effy Mia

Com a sua morte, a militância transfeminista perde uma voz iconoclasta. Por Clara Lobo, de Buenos Aires

geni no mundo

Doutora B e as mulheres

Michelle Bachelet volta à presidência do Chile, renovando a promessa de igualdade de gênero na política e com o desafio de provar que recapacitou suas ideias conservadoras sobre o matrimônio igualitário. Por Victor Farinelli, de Santiago

perfil

Transcendental

Daniela Andrade e a força da mulher trans* na luta contra a violência. Por Sueli Feliziani

linguagem

Toda palavra possui feitiço

Palavras fecham feridas e empoderam vítimas contra a manipulação da culpa. Palavras convidarão à devida transformação nas ruas. Por Giovana Bonamin  

instrumental

Por um marxismo queer da periferia – Parte 3

Centro, periferia e o mito da democracia racial. Por Lia Urbini

comportamento

Pra lantejoulizar

Em defesa das pintosas, femininas & pão com ovo! Por Pedro “Pepa” Silva

debate

O x da questão

Uma língua pode ser machista? Leia o segundo texto do debate sobre o binarismo de gênero na língua portuguesa. Por Ligia Xavier