Geni é uma revista virtual independente sobre gênero, sexualidade e temas afins. Ela é pensada e editada por um coletivo de jornalistas, acadêmicxs, pesquisadorxs, artistas e militantes. Geni nasce do compromisso com valores libertários e com a luta pela igualdade e pela diferença. ISSN 2358-2618
xuxu 2

editorial

Do luto, das letras, à luta

Estamos aqui graças à luta de muita gente preta!

entrevista

Jovens mulheres revolucionárias

O coletivo Mjiba completa dez anos de ação e transforma em livro a voz das mulheres negras periféricas. Por Alciana Paulino, Carolina Menegatti e Marcos Visnadi

perfil

Drama da favela, poeta da vida

Carolina Maria de Jesus catou papéis para sobreviver, reciclou a própria realidade e transformou os detritos da vida em adubo para a humanidade. Por Cícero Oliveira

relato

Salve Xangô

Ilú Obá de Min, luta e resistência afro-brasileira. Por Carol Cruz

memória

Discreto rapaz de bem

Coisas e lembranças de Johnny Alf, o negro-gay-precursor-da-bossa-nova. Por Pedro “Pepa” Silva

identidade

Preta, sapatão e profundamente perigosa

Sabemos o que é gozar e não aceitaremos um mundo menos pleno do que isso. Por Pollyanna Marques Vaz

acadêmicxs

Corpo de luta, espaço de resistência

Uma leitura de O alegre canto da perdiz de Paulina Chiziane. Por Jacqueline Oliveira e Larissa Salvador de Mello

geni no mundo

Prisioneirxs políticxs, prisões e libertação negra

Traduzimos um texto de 1971 da lendária Pantera Negra Angela Davis

acadêmicxs

Cinema e estereótipos

O que a interpretação de Grande Otelo tem a dizer sobre raça, gênero e sexualidade? Por Luis Felipe Kojima Hirano

geni no mundo

À flor do petróleo

Relatos do Equador. Por Juliana Bittencourt, da Caravana Climática

coluna

FOLHETIM | #9

Estou a perceber. Olá! Por Cecília Silveira

coluna

FARÓIS ACESOS | Casos de família ou Eleições Presidenciais 2014

Se falta de noção fosse liberdade, o Brasil seria o país mais democrático do mundo. Ou o David Lynch produziu essas eleições ou vocês são muito anormais. Por Neusa Sueli