Geni é uma revista virtual independente sobre gênero, sexualidade e temas afins. Ela é pensada e editada por um coletivo de jornalistas, acadêmicxs, pesquisadorxs, artistas e militantes. Geni nasce do compromisso com valores libertários e com a luta pela igualdade e pela diferença. ISSN 2358-2618

editorial

, ,

Tecnologia

Download PDF

Como você lê a Geni?

 

Publicado em 10/05/2015

 

 

Como você lê a Geni?

 

  1. Você usa seu tablet no meio do busão/trem/metrô lotado;
  2. Lê em um computador de mesa, enquanto espera baixar aquela nova velha série preferida;
  3. Você coloca um bombril na antena da televisão preto e branco na cas… Ooops, interferência.

 

Qual o seu tipo de conexão? 2G, 3G, 4G, Wi-Fi ou a cabo?

 

Se a vida hoje é resolvida em um toque deslizante na tela do seu computador, informamos que muito disso começou nos toques das mãos de mulheres.

Hollywood fez um filme sobre o Turing, cujo valor pra informática/inteligência artificial é inegável. Entretanto a primeira programadora do mundo foi a matemática Ada Lovelace; seis mulheres foram programadoras do primeiro computador do mundo, o ENIAC (Top Secret Rosies); também foi uma mulher a pioneira na criação de microchips (Lynn Conway), e por aí vai..

Nesse mês de maio nosso coletivo resolveu tratar de um tema cotidiano, mas que não se encontra no gráfico abaixo (as palavras mais usadas em todos editoriais da Geni): TECNOLOGIA.

 

editorial

 

Mas nossa escolha não deixa na sombra o tema do trabalho, lembrado mundialmente nessa época e sempre, por motivos óbvios. Através do recorte da tecnologia chegamos no trabalho invisibilizado, censurado, precarizado, mas também em perspectivas de resistência e transformação. Procuramos, em geral, focar na contracorrente dos fluxos da tecnologia como espaço masculino, heteronormativo e pró-capital, e fomos atrás da galera que pudesse nos ajudar a mapear esses e outros caminhos.

Começamos entrevistando não uma, mas quatro pessoas que pudessem contribuir com suas experiências: Erin Pinheiro no labhacker, Aline Freitas e sua relação com transativismo e TI  e Nessa Guedes com o MariaLab Hackerspace. Camilla Gomes completou o quadro comentando sobre segurança e espaços de trabalho.

Chegamos, por Andressa Oliveira, em Hedy Lamarr, mulher que ousou no cinema e na ciência, mas que é tão pouco lembrada. Maíra Mendes nos traz minas precursoras da música eletrônica, Wendy Carlos e Delia Derbyshire. Passamos por ficção científica androcêntrica, ficção científica feminista; fomos da pegação nos aplicativos de celular às cartas, antigo e ao mesmo tempo meio muito tecnológico de comunicação, transformando ausências em presenças e encontros. Abrimos um debate sobre privacidade e direitos de imagem a partir do caso Verônica Bolina, outros sobre os caminhos e descaminhos da política atravessada pela tecnologia, seja por conta da precarização do trabalho incidindo nos setores minorizados, seja pensando nas possibilidades de expansão da participação social. Cruzamos tecnologia, reprodução e sexualidade com a ajuda de Simone Ávila, Judith Butler e Beatriz/Paul/Preciado.

E para pensar imagens de tudo isso em conjunto, contamos com Gustavo Inafuku como ilustrador de capa, inspirado em Íris, deusa ao mesmo tempo da comunicação e do… arco-íris! Pablo Augusto e Caio Vitor também deram suas primeiras contribuições genísticas ilustrando os textos sobre Hedy Lamarr e sobre o livro Transmasculinidades.

A edição 22 da Geni entra no seu tablet, computador, celular (ou sabe lá o que já inventaram de novo no dia de ontem) para pensarmos juntxs como as leis e práticas ligadas às telecomunicações, internet e as outras mil facetas da tecnologia, afetam nosso cotidiano rebolante.

 

 

Coletivo Geni, maio de 2015

 

 

 

 

EDITORA RESPONSÁVEL
Lígia Xavier

 

EDIÇÃO DE TEXTO
Bernardo RB
Carolina Menegatti
Cecilia Rosas
Lia Urbini
Lígia Xavier
Mariana Kinjo
Rodrigo Cruz

 

EDIÇÃO GRÁFICA
Aline Sodré

 

COMUNICAÇÃO E REDES SOCIAIS
Carolina Menegatti
Marcos Visnadi
Paloma Franca Amorim
Mariana Kinjo

 

PROJETO GRÁFICO
Bruno O.
Tiago Kaphan

 

ILUSTRAÇÕES
Aline Sodré
Bruno O.
Caio Vitor
Emília Santos
Gunther Ishiyama
Gustavo Inafuko
Mariana Leme
Nara Isoda
Pablo Augusto

 

ILUSTRAÇÃO DA CAPA
Gustavo Inafuku

 

REVISÃO DE TEXTO
Bernardo RB
Carolina Menegatti
Cecília Rosas
Juliana Bittencourt
Lia Urbini
Lígia Xavier
Mariana Kinjo
Rodrigo Cruz

 

PARTICIPAM NESTE NÚMERO
Bruna Coelho
Caio Vitor
Camilla Gomes
Cícero Oliveira
Gunther Ishiyama
Gustavo Inafuko
Liane Lira
Lucas Bulgarelli
Maíra Mendes Galvão
Mariana Leme
Mariana Valente
Nara Isoda
Natália Neris
Pablo Augusto
Raquel Parrine

 

AGRADECIMENTOS
Ada Lovelace, Fábio Pimentel, InternetLab, Grindr, Zeca Baboin, MariaLab, Rancho Electrónico, Lili Rosas, Nicolás Gómez, Tinder e Thiago Fonseca.

, ,
 

HTML permitido: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>