Geni é uma revista virtual independente sobre gênero, sexualidade e temas afins. Ela é pensada e editada por um coletivo de jornalistas, acadêmicxs, pesquisadorxs, artistas e militantes. Geni nasce do compromisso com valores libertários e com a luta pela igualdade e pela diferença. ISSN 2358-2618
xuxu 2

geni na pista

Escolas de luta

Geni nas ocupações de escolas em São Paulo. Por Fabito Figueiredo, Juliana Bittencourt e Lia Urbini

belo monte

Uma carta de Altamira

É às custas do aniquilamento das mulheres negras, indígenas, quilombolas e ribeirinhas da Amazônia que o Brasil caminha para se consolidar como potência energética. Por Paloma Franca Amorim

coluna

DA SHANA | Era uma vez uma mocinha fake

“Parece que o nome da sua conta no Facebook pode não ser o seu nome verdadeiro.” Por Shanawaara

movimentos sociais

Homens trans, da invisibilidade à luta

Luciano Palhano relata o trabalho que o IBRAT têm desenvolvido a favor dos direitos e  da cidadania dos homens trans brasileiros

geni no mundo

Outras vozes pela terra

No Uruguai, criadoras de gado e cineastas contra megaprojeto de mineração. Por Leila Giovana Izidoro, de Montevidéu

feminismo

Feminismo amazônico

Bate-papo com o coletivo Vacas Profanas. Por Paloma Franca Amorim

velhice

O tempo no corpo, a arquitetura da beleza

E talvez a grande desfunção da envelhescência. Por Paloma Franca Amorim

memória & política

Aids e feminicídio

Não existem boas famílias. Por Paloma Franca Amorim

resenha

Multidão

A visibilidade lésbica anônima retratada em Muito prazer: vozes da diversidade, de Karla Lima. Por Marcos Visnadi

geni no mundo

Corações queimados

Uma conversa sobre a homofobia na Rússia com o jornalista Sandro Fernandes, que vive há quatro anos em Moscou. Por Cecilia Rosas

instrumental

Por um marxismo queer de periferia – Parte 4

Querer estranhar, ou teoria queer. Por Lia Urbini

moradia

As pássaras

Um relato sobre a prática de teatro no encontro de mulheres da Ocupação Esperança, em Osasco (SP). Por Paloma Franca Amorim